sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O incorrigível impostor

0000245224Foto i

 

Com a lata que já lhe conhecemos Sócrates veio afirmar que a venda da dívida portuguesa foi um sucesso.

O facto de nos emprestarem dinheiro gerou na criatura uma euforia desmedida, não lhe interessando reflectir sobre o preço a que comprámos o dinheiro.

O leilão a que fomos implicou um acréscimo de custos que equivale a todo o dinheiro que o Estado vai poupar com os cortes salariais na função pública. Ou seja, ficamos mais pobres no nosso dia a dia só para pagara o acréscimo de juros que Sócrtaes considerou um sucesso.

Isto já para não falar no progressivo escancarar de portas à China que vai entrar em força nos nossos bancos…

Sucesso, disse ele.

ver notícia Público

2 comentários:

Sandra disse...

Sucesso é um termo muito usado pelo primeiro ministro. Infelizmente sempre sem sucesso!

Rui Vítor Costa disse...

Enfim...