sábado, 18 de agosto de 2012

Detestável #1

 

08riot1-goldman-tmagArticle

Putin é uma criatura incontornável. Entre o convencido e o asqueroso Putin encarna para mim o espírito soviético que com devoção odiei e cujo espírito castrador ainda hoje assoma nos regimes totalitários.

No entanto o caso Pussy Riot tornou-o menos detestável a meus olhos. Elas parecem-me incomensuravelmente piores. Como é possível que uma data de meninas com a mesma queda musical que um saco de batatas se achem bem no papel de resistentes por gritarem uma data de obscenidades anti-religiosas numa basílica de Moscovo para You Tube ver? Será liberdade o insulto gratuito e encenado a uma religião no templo que a representa? A intolerância religiosa não tem apenas um sentido!

Este caso – que tem mais de pussy que de riot – atrai os jornais como moscas e as múmias da pop. Bom proveito.

 

Foto_Aleshkovsky Mitya/ITAR-TASS

Sem comentários: