terça-feira, 25 de junho de 2013

António de Azevedo: a justa homenagem


Está feito. Ou quase feito: resta o lançamento do livro na FNAC na próxima sexta às 18h30min. A António de Azevedo, de quem Santos Simões afirmou na homenagem de 1989 (promovida pela Escola Francisco de Holanda, C.A.R  e Museu de Alberto Sampaio),




“ Pode dizer-se que ele (António de Azevedo) não ficou a dever nada a Guimarães e que esta cidade contraiu uma dívida para com ele que nunca se preocupou em pagar-lhe”.


 foi prestado um justo tributo e a necessária homenagem.



A partir de agora os vimaranenses, sempre tão interessados na sua história, ficaram a conhecer melhor a importância de um homem que marcou o espaço público de Guimarães e a sua cultura dos anos 30 até ao final dos anos 60 do século passado.




Projeto: Muralha-Cineclube-Assembleia
Apoio: Programa Constelações. Câmara Municipal de Guimarães.

Escultor: Viana Paredes    Arranjo Urbano: Miguel Frazão

Sem comentários: