segunda-feira, 3 de junho de 2013

O regresso da religião



Já não falta muito (10 anos apenas) para que passem 100 anos desde a proclamação da República Turca sob a liderança do lendário presidente Mustafa Kemal Ataturk. Desde então a Turquia tem sido uma república democrática constitucional e uma referência de diálogo entre o Ocidente e o Oriente.

A recente violência nas ruas das principais cidades turcas constitui uma reação da população, principalmente as jovens gerações, à progressiva islamização de uma sociedade constitucionalmente laica mas que tem um primeiro-ministro, Erdogan, cada vez mais inspirado pela religião islâmica, principalmente desde que a união europeia lhe virou as costas face à renitência alemã.

O século XX abandonou progressivamente a religião como parte fundamental da política do Estado. O século XXI resgata com força a religião, usada ao longo dos séculos como o principal pretexto para as guerras globais.

Sem comentários: