sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Não se faz

 

O golo anulado a Cristiano Ronaldo - no nosso novo 1º de Dezembro - não se poderia anular.

Só um árbitro burro e um Nani despropositado tiveram coragem de se atravessar no caminho deste lance genial. Nem que houvesse falta … qualquer homem que gosta da modalidade nunca o anularia.

Uma pena.

(comentários de gente que percebe de futebol, argentinos muito possivelmente).

Sem comentários: