sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O amigo chinês

 

liuxiaobo1

A quantidade de países que tem recusado comparecer na entrega do prémio Nobel da Paz, combinada com a dificuldade (impossibilidade) em ter Liu Xiaobo ou quem o represente na cerimónia de Oslo, pode pôr em causa a realização dessa mesma cerimónia.

Vivemos sob a ditadura diplomática da China.

Agradeço por isso ao “destino” por viver na Europa e não quero de cá sair por mais que os tontos manipuláveis se divirtam a protestar contra a NATO que, diga-se, assegurou a nossa liberdade no pós-II Guerra Mundial.

A não ser que, como o inenarrável Francisco Lopes, haja nostalgia da falta de liberdade e democracia das ditaduras comunistas.

Sem comentários: