quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Não descer

 

Imenso desconforto afasta Passos Coelho de Jardim

Foto_António Cotrim_Lusa

 

A entrevista de Passos Coelho à RTP deu-me a noção ainda mais precisa do estado em que estamos. Vulneráveis como nunca, com grandes dificuldades em controlar a despesa muito por via dos empréstimos irresponsáveis que fomos contraindo para entreter as massas e darmos a falsa noção de país rico com que alegremente convivemos nos últimos anos.

Tentou ser claro e consegui-o. Falou verdade medindo apenas as palavras para evitar qualquer deslize mediático.

No entanto o país assemelha-se a um clube de futebol que evita desesperadamente a “descida de divisão” e o treinador tem que conviver, de cabeça levantada, com as surpresas desagradáveis que vamos tendo (como a Madeira, que infelizmente não será caso único), com os resultados de terceiros (a desorientação do directório europeu ou o afundanço progressivo da Grécia) e com a compreensão dos adeptos (que existe hoje claramente).

O trabalho do Governo não é nada fácil. Mas tem de ser feito … e muito bem feito.

Sem comentários: