quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Messianicamente falando

ppc paulo cunha

Foto_Pedro Cunha (Público)

 

Mesmo considerando que a margem de manobra do país é, face ao alegre endividamento que fomos consentindo, praticamente nula, deixando assim o Governo no ingrato papel de mensageiro da desgraça, há algo que não vai bem…

Continuo a não duvidar da seriedade e caráter do Primeiro-Ministro e do seu Ministro das Finanças, começo a duvidar, isso sim, do realismo de cada um dos dois.

Insistir em medidas que por via da redução do consumo colocam a nossa balança de pagamentos em alta (pela primeira vez desde os anos 40), mas o défice e o desemprego em números desanimadores, começa a ser preocupante. A que acresce o tom messiânico com que falam, como se à imagem de Moisés Deus falasse diretamente com eles … e eles apenas se dessem ao trabalho de nos retransmitir essa mensagem divina. Assim não: democratize-se Deus!

Sem comentários: