sexta-feira, 20 de maio de 2011

Cada tiro cada melro

334525 Foto_Tobias Schwarz

 

Diga-se o que se disser dos alemães eles, nas eleições, castigam o oportunismo.

Assim foi em Baden-Wurtenberg em que a CDU da senhora Merkel perdeu as eleições regionais que já não perdia há 58 anos, apesar da chanceler jurar que fechava 7 reactores nucleares após o desastre de Fukushima.

 

 

Ontem voltou à carga, em jeito de campanha eleitoral, com a frase

 

“Em países como a Grécia, Espanha e Portugal, as pessoas não devem poder ir para a reforma mais cedo do que na Alemanha. Todos temos de fazer um esforço, isso é importante, não podemos ter a mesmo moeda, e uns terem muitas férias e outros poucas”

 

 

No entanto pela tabela (Público de ontem)

 

regimes sociais

vê-se que as coisas não são como se pintam. E o número de horas de trabalho em Portugal é bem superior ao de um trabalhador alemão.

O nosso problema é outro: a produtividade.

 

A senhora Merkel é assim … para mal dos nossos (muitos) pecados.

Sem comentários: