terça-feira, 29 de junho de 2010

dia 8: o fim do Adamastor

Creio que não haverá ninguém que ponha os pés na África do Sul sem receio. Receio sobre a segurança, sobre a tensão política, étnica ou religiosa.

Apesar de 75% dos Afrikaners terem votado pela libertação de Mandela;

Apesar do exemplo de Mandela enquanto chefe do governo, despido de rancor;

Apesar da inquestionável liberdade política e religiosa que se vive no país.

Apesar de tudo isso.

 

DSC06510

As townships da periferia assustam (como se não tivéssemos as nossas!) e pesam hoje ainda, infelizmente, mais que a beleza

DSC06536 DSC06582

e os sul-africanos…

DSC06589

DSC06602

 DSC06606 DSC06658 - Cópia DSC06685

… que sentem a nossa “europa” como uma jaula de convenções e de espaço.

Despir os medos e preconceitos.

DSC06823

E deixar de estar assim…

DSC06664… perplexos e defensivos.

 

 

Para aprender com África e  estar assim…

DSC06665

Confiantes, abertos e liberais, como os sul-africanos.

 

Estar na moda

DSC06854

Ou não ter medo de a fazerDSC07024

DSC06990

Em Scottburgh

DSC07029

Ou em Lisboa

DSC07091

O Adamastor não é preciso. Nunca mais.

E viva Portugal e a nossa selecção. Mas sobretudo Portugal.

 

FIM

Sem comentários: